segunda-feira, setembro 26, 2005

Conversa de Homens - passo o preconceito*

Ora aqui ficam algumas frases que retirei de uma revista masculina... e que eu nem vou precisar de "rebater"... elas "chegam":

- gostamos que elas tenham tudo no sítio e, quando isso não acontece, esperamos que tomem a iniciativa para fazer alguma coisa que contrarie as leis da gravidade

-mas porque raio é que se preocupam tanto com os sapatos? Até parece que não sabem que nós olhamos é para os decotes e para os rabos

- Se estamos muito tempo calados, lá vem a pergunta e não vale a pena responder "não estava a pensar em nada". Só vão sossegar quando ouvirem uma resposta que seja do agrado delas. Ou seja, mais vale inventar alguma coisa

- estão sempre a bombardear-nos com informação inútil (...) Em que é que isso contribui para melhorar o nosso dia? Em nada!

- "já reparaste como é que a Marta vem vestida?" Não. Mas reparámos que ela está com um belo...

-Elas raramente admitem, mas adoram um homem que saiba dançar como se a música e ele fossem um só

- Ainda não perceberam que quando está a dar o Benfica, não vale a pena fazerem aquela conversa do costume que não interessa a ninguém, porque não vamos ligar nenhuma (ainda menos do que costumamos ligar). E depois lá vem a lengalenga de que o futebol é mais importante do que elas.

- Há algum homem por aí que não se passe cada vez que perguntamos o que é que elas têm e elas respondem "nada", quando os dois sabemos que se passa alguma coisa? É que só dá vontade de acreditar na resposta, sem pensar que pode ter outros significados.

- quando menos esperamos aí vem um ataque de ciúmes em grande escala. Ou é porque estamos numa festa e falamos 5 min seguidos com a Cláudia, que trabalha connosco, ou então porque olhámos para a empregada, quando ela já estava de costas para nós...

- Dar uma de mãe

- não há nenhuma mulher que fique satisfeita com um simples "sim e não" a qualquer pergunta que façam. Parece que é obrigatório haver um "porque". E se não houver, só desistem quando nos arrancam mais alguma coisa - o que nem sempre é bom.




Nota: Eram 33, mas eu não quis arriscar o vómito.

* esta palavra já me começa a enjoar.

2 comments:

Blogger Adriana said...

belo exemplo de como os homens sao bem mais complicados do q as mulheres

26 setembro, 2005 17:31  
Blogger Diana said...

Acho q foste mt branda nesse "complicados" :D

26 setembro, 2005 17:33  

Enviar um comentário

<< Home