segunda-feira, janeiro 16, 2006

Os "artistas" que todos somos

Um artista é alguém com uma espécie de absoluta verdade em relação ao mundo, independentemente da validade que ela possa ter para os outros.
Pedro Cabrita Reis (1999)
Parece-me uma sonante citação, quem sabe um oportuno prefácio para um livro sobre uma qualquer variante artística. Acima de tudo, é uma brilhante desculpa.
As desculpas, para mim, são muito mais do que pequenas e inocentes mentiras. São, acima de tudo, belíssimas oportunidades que podemos dar a nós próprios para sermos optimistas em relação ao que pensamos e fazemos. Podemos pensar e fazer coisas boas ou más - é indiferente o rótulo que lhes pomos. Acho que o que pode dizer mais acerca de nós, em vez de pessoas bem ou mal-intencionadas, é a interpretação que damos às nossas coisas, em especial, a tudo o que fazemos e pensamos de desviante - suponho que é com isso que valerá a pena perder algum tempo.
Por exemplo, animando qualquer conversa em que possamos ser atingidos com comentários como: "Tu és um bocado teimoso, não? Não terás um bocado a mania que só tu é que tens razão, pá?!", a resposta ideal poderá efectivamente passar por algo do género: "Sim, esse será o caminho de pensamento mais fácil de fazer, quando se tenta reflectir sobre a minha partilha com o mundo*. Porém, há interpretações que não estão ao alcance de todos. Alguém brilhante certamente diria que sou um verdadeiro artista e que, incontornavelmente, esse estatuto faz de mim um provocador de mentalidades e, acima de tudo, um líder, em termos de verdade". Além de se sair aparentemente bem defendido, sem ter de gritar para ter razão, e de ter chamado burros aos seus ouvintes sem que eles dessem por isso, escapa-se de fininho à esparrela de ter tentado convencer os outros de que as suas ideias é que estavam certas.
Por último, quem é o Pedro Cabrita Reis?
* não esquecer de dar a entoação de voz-tipo-carro-a-passar-por-lomba-numa-estrada ao pronunciar a palavra "mun-do", como quem tem algo de maior para dizer.
Pequena nota: Não é por acaso que, quando alguém faz merda, se costuma dizer: "Olha-me só este artista!".

5 comments:

Blogger Adriana said...

A minha resposta a alguém q m dissesse uma merda dessas:
- Mas o q é q isso tem a ver?

E sim, kem é o pedro cabrita reis? Kem é esse gajo, q nem seker me dá vontade de googlar...

16 janeiro, 2006 23:09  
Blogger Diana said...

Ele dir-te-ia: "nem todas as pessoas terão a sensibilidade necessária para entender a minha forma de expressão, daí não ter entendido"...

(que divertido!)

16 janeiro, 2006 23:10  
Blogger Adriana said...

"E, pelos vistos, nem todas as pessoas terão a sensibilidade/capacidade suficiente para responder a perguntas..."

E aqui variava, ou o gajo era pacífico de mais e continuava a responder-me sensivelmente, ou a coisa descambava e eu levava uma carga de porrada...

16 janeiro, 2006 23:32  
Blogger Diana said...

Aha, e mais uma vez o Sá teria razão...

16 janeiro, 2006 23:33  
Anonymous pat said...

Sim, kem é o Pedro Cabrita Reis?

20 janeiro, 2006 23:46  

Enviar um comentário

<< Home