segunda-feira, setembro 19, 2005

Continuação da onda depressiva (possibilidade de Furacão Carla Carvalho)

Normalmente quando tenho de fazer algo que não queria fazer, tenho uma conversa com a Diana que há em mim:
- "Vê lá, Diana, é preciso estares assim? Está quase... é só um mau bocado que vais ter de passar. Aguentas mais este bocadinho e quando deres por ela, estás livre."

Depois de me aperceber que, além de me sentir instantaneamente bem por alguns segundos, perdi tempo precioso de estudo e treino, volto à depressividade. Mas trabalho com muito mais força.

Nestas merdas, perder tempo é fundamental. Daí se subtrai a pressão de ter as coisas feitas. A nossa missão é gerir isso com o rigor a que nos habituámos.

Diana, vá...

4 comments:

Blogger Adriana said...

é fantástico ver como qt mais tempo perdemos a fazer outras coisas, mais rápido trabalhamos.

por isso é keu sp fui apologista de adiar o trabalho até ao máximo.

suspeito q m vou lixar...

20 setembro, 2005 00:15  
Blogger Adriana said...

gostei da pertinência do subtítulo...

20 setembro, 2005 00:16  
Blogger Diana said...

eu queria mm usar aquilo do furacão, tá na moda (eheh vês q sou má)!

Depois tive de inventar qq coisa pra servir de texto ao título :D

20 setembro, 2005 00:21  
Blogger A said...

eu chamo-lhe inspiração do desespero de ultima hora

20 setembro, 2005 01:59  

Enviar um comentário

<< Home