sábado, junho 03, 2006

Reflexos

Um segundo depois de ter sentido o que era ter o homem que sempre quis, ela olhou para ele - quando ele não estava a olhar - e sentiu pena de si própria: nunca tinha sentido tanto nojo em toda a sua vida.
O que persiste terá de ter outro nome.

2 comments:

Anonymous Anónimo said...

Nice idea with this site its better than most of the rubbish I come across.
»

08 junho, 2006 14:47  
Anonymous Anónimo said...

Greets to the webmaster of this wonderful site. Keep working. Thank you.
»

22 julho, 2006 15:48  

Enviar um comentário

<< Home