sábado, março 18, 2006

Post suicida

Desde que estou na empresa, um trabalhador já se suicidou, outro diz-me todos os dias o quão reconfortante seria para ele suicidar-se.
Hoje ouvi alguém dizer que a culpa pelo facto das pessoas se suicidarem cada vez mais, pertence às discotecas, aos fumos e vapores desses sítios e às drogas que se tomam, ora claro, nos referidos locais.
Claro que não concordo. Acho o suicídio natural. A vida está mesmo a pedi-las, volta e meia. É como se ela, tantas vezes, andasse à nossa volta a picar-nos. A diferença entre a actualidade e os tempos idos, parece-me, passa por um suave desvio de atenções. Antigamente, as pessoas matavam-se umas às outras, agora, não. Cada um é dono da sua própria vida, é lema de cada vez mais gente, portanto, talvez nos matemos mais por isso mesmo. Poder decidir que acabou, que já chega, que está na hora, que não aguentamos nem mais um segundo, nem mais um milímetro cúbico de ar, ver nem mais umas trombas à nossa frente. Estamos fartos, e é só isso. Para mim, isso basta.
Porque não há-de bastar? Não me soa bem ousar pensar sobre a vida de outra pessoa. Só cada um sabe o que sente, o que está mal na sua vida, o que o torna infeliz, ou, tão só, o que não o faz feliz. Se isso implica toda uma vida, e depois?
Não sei quando acaba a dignidade humana, talvez por a não conseguir entender. Não sei se a vida é a força maior. Não sei até onde se pode chamar vida a uma vida. Há vidas demasiado diferentes, o que me lixa, porque gostaria de as ver competir.

Não gostaria de existir sem poder controlar o meu mundo. O que inclui poder decidir sobre tamanho tabu.

3 comments:

Blogger A said...

o cérebro as vezes prega-nos partidas

18 março, 2006 01:20  
Blogger Capitao America said...

O suicidio é, possivelmente, uma arma com a qual lutamos para nos defendermos das porcarias que existem no mundo. Será assim tão mau pensar no suicidio quando a razão que nos leva a ele seja:
- Visionamento do Prédio do Vasco
- Ver o Benfica a jogar
- Onde "visionamento do Prédio do Vasco", ler TVI

20 março, 2006 11:59  
Blogger Capitao America said...

A arma é boa, mas só se usa uma vez...acho eu...mas não tenho a certeza.

20 março, 2006 11:59  

Enviar um comentário

<< Home