sábado, abril 15, 2006

O apoio

Prefácio por Adriana, sempre com um pacote de lenços à mão
Porque é uma grande treta a história "amigo não é quem limpa as lágrimas mas quem não as deixa cair" que convem ter sempre um pacote de lenços sobressalente.
A amizade é mais do que aprovação, não é?
Às vezes é gritante a diferença entre aquilo que as pessoas que me rodeiam fazem e aquilo que eu faria, se estivesse no lugar delas. Se, em alguns dos casos, sou indiferente às escolhas dos outros - porque não serei mais do que uma espectadora, mais ou menos atenta, das suas vidas -, noutros, não posso deixar de penar e espantar-me por certas atitudes ou comportamentos das suas vidas.
É engraçada a forma como podemos ser tão próximas de pessoas que tomam caminhos tão diferentes dos nossos. Uma coisa tão "natural" e "normal" para qualquer mente aberta e enviesada pela moderna forma de pensar, em que tudo é aceitável e compreensível, consegue surpreender-me instantaneamente.
Há caminhos, por entre a amizade, tão diferentes, que muitas vezes me fazem pensar na sanidade dessas relações. É nessas alturas que me deparo com a forma egoísta como giro todos os meus relacionamentos. Passo a vida a vê-los pelos meus olhos.
Ainda assim, procuro sempre apoiar incondicionalmente as pessoas de quem gosto. Nos casos mais controversos, apoio-os incondicionalmente, calando-me.

1 comments:

Blogger Capitao America said...

É incrível a capacidade que possuis em escrever tanto e dizeres tão pouco. Uma pessoa lê e torna e ler e chega ao fim e pouco percebe.

19 abril, 2006 16:28  

Enviar um comentário

<< Home